Notícias

Notícias / Diversos /

Conheça as principais normas da ABNT para playgrounds

Brincar é uma das coisas mais saudáveis para qualquer criança. São com as brincadeiras que eles ganham independência, aprendem a lidar com o outro, a dividir, e além de tudo, a se divertirem. Mas algumas brincadeiras precisam ter o cuidado redobrado dos pais, principalmente quando falamos em brincadeiras em playgrounds.

Os brinquedos existentes nos playgrounds como, por exemplo, escorregadores, balanços, gangorra, gira-gira, são fundamentais para o desenvolvimento da criança, mas ao mesmo tempo, podem se tornar perigosos e, por isso, precisam de uma atenção especial.

De acordo com pesquisa recente, cerca de 88% dos acidentes em playgrounds acontecem por quedas dos brinquedos, principalmente devido a obstáculos. Os outros 12% são ocasionadas por colisões em escorregadores com superfícies inadequadas e com má manutenção, gerados por lascas de madeiras e parafusos soltos.

Portanto, os pais precisam ficar atentos e exigir manutenção frequente dos brinquedos e do local onde o playground está instalado. Para isso, você conta com o apoio das Normas da ABNT para playgrounds, criadas há algum tempo, mas que deixaram de ser facultativas e agora são obrigatórias.

Você sabe quais são as normas? A Brubrinq preparou para você as principais normas que devem ser obedecidas. Vamos ver quais são!

  • As roscas de parafusos devem ter acabamento de proteção para que não permaneçam cantos afiados. Porcas, pinos e parafusos devem ser resguardados contra afrouxamento com o uso. Os componentes não devem ter quaisquer cantos afiados ou agudos, ou protuberâncias em qualquer posição que representem perigo para uma criança.​
  •  
  • As superfícies de todas as partes devem ser protegidas por revestimento ou impregnação superficial, os quais não devem conter substâncias prejudiciais à saúde. Antes da pintura, o ferro e o aço devem estar completamente limpos, secos e livres de resíduos que possam comprometer a durabilidade da pintura.
  • As partes de madeira dos playgrounds não devem conter preservastes tóxicos, como o pentaclorofenol ou seus sais.

  • As superfícies e cantos de madeira devem ter acabamento liso, livre de lascas, rebarbas ou farpas. Deve-se verificar se os mesmos não possuem bordas afiadas e pontas agudas.

  • Todas as superfícies destinadas a entrar em contato com os pés das crianças devem ser horizontais e uniformes. Pisos ou degraus devem ser espaçados por igual.

  • Os brinquedos devem estar separados por pelo menos 1,30m; e a norma da ABNT define os espaços, e condições dos equipamentos para que o mesmo garanta a segurança a seus usuários.

  • Qualquer defeito no brinquedo deve ser comunicado ao zelador ou ao corpo diretivo do condomínio e a interdição deverá ser imediata até a correção do problema.

  • Playgrounds de madeira precisam de autorização do IBAMA, para que a exploração de madeira não ocorra de forma ofensiva na natureza. Além disso, os fabricantes são obrigados a oferecerem garantias de até 12 meses após a instalação.

  • Sempre destaque com placas quais brinquedos são adequados para cada faixa etária e monitore o uso desse espaço. Crianças maiores em playgrounds para bebês, por exemplo, poderão danificar o equipamento. Em situações contrárias, o mau uso pode ocasionar alguma lesão desnecessária.

  • Quando o equipamento acaba de ser colocado em funcionamento, é essencial que seja inspecionado diariamente.

Gostou das dicas? Siga a Brubrinq no Facebook e fique por dentro de todas as novidades sobre playgrounds.  

 

Facilidade de Compra: Qualidade garantida:

Agência Digital WEBI