6 set

Conheça dicas e benefícios das brincadeiras em playgrounds

Crianças gostam de brincar. Mais do que isso, devem brincar. Desde os meses iniciais até alguns anos, é a melhor maneira de conhecer e explorar toda a novidade que é o mundo. Além disso, a brincadeira na vida da criança tem um papel fundamental na integração em grupos, sendo parte do ensinamento de regras e da solução de seus primeiros conflitos sociais.

Diversos estudos mostram que o ato de brincar é uma ferramenta que ajuda no desenvolvimento de habilidades como memória, imaginação e atenção, o que estimula a inteligência e a sociabilidade. Sabe-se também que, para cada faixa etária, existem brinquedos adequados. Blocos coloridos para empilhar e bichos de pelúcia até os dois anos e massinhas e quebra-cabeças entre dois e quatro anos, por exemplo. Do mesmo modo, existem os bonecos e jogos de tabuleiro para crianças com pouco mais de quatro anos. E, é claro, o playground.

Playgrounds são áreas de recreação, normalmente ao ar livre. Situados em escolas, condomínios, praças ou até mesmo quintais residenciais, reúnem diversos brinquedos, como escorregadores, gangorras, balanços, e outros, de acordo com o tamanho do espaço. Esta possibilidade de diferentes composições é capaz de proporcionar parquinhos extremamente variados, trazendo inúmeras inspirações à imaginação.

Crianças que usam o local para brincar de faz de conta, por exemplo, projetam em si mesmas aspirações para o futuro que podem vir a definir carreiras. Ao mesmo tempo, este tipo de brincadeira incentiva bons hábitos sociais, visto que muitas vezes precisam haver concessões entre os colegas.

Outro ponto positivo é o exercício físico exigido. Os playgrounds contam com atividades que contribuem no fortalecimento da musculatura e dos ossos. No entanto, alguns cuidados básicos são essenciais para que a diversão e o aprendizado não se tornem perigosos e machuquem as crianças.

 

Cuidados

 

O básico, antes mesmo da brincadeira começar, é uma atenção especial às roupas. Um detalhe como um capuz ou uma manga pode enganchar em um pedaço do brinquedo e prender, puxar com força excessiva e machucar a criança. Acessórios como cachecóis ou joias e bijuterias oferecem ainda mais perigo e devem ser evitados. O ideal é uma roupa leve e não muito larga. Contudo, nada disso dispensa a atenção de um adulto.

Como já citado, playgrounds são grandes oportunidades de desenvolvimento social e convivência em grupo. Para que isto funcione e haja uma boa interação, é necessário que os pais ou responsáveis no ambiente expliquem as regras às crianças (para evitar empurrões e brigas) e as ensinem sobre a importância de compartilhar o espaço.

É essencial certificar-se de que a manutenção do playground esteja em dia. Caso contrário, situações como peças enferrujadas, pregos com pontas para fora, estruturas abaladas e outros estragos causados pela ação do tempo podem apresentar riscos para a integridade física das crianças.

Por último, mas não menos importante, é preciso ficar atento quanto à faixa etária de cada playground. Alguns podem possuir brinquedos maiores, os quais expõem a mais risco de lesão em caso de queda. Sempre usar os brinquedos recomendados para a idade e tamanho de cada criança é um fator crucial para mantê-la segura.

 

Agora que você já conhece os benefícios oferecidos e cuidados necessários relacionados a brincadeiras em parquinhos, pode ficar tranquilo sabendo que qualquer criança pode, simultaneamente, desenvolver capacidades fundamentais, aprender a ter um bom convívio e se divertir.

Tudo sem abrir mão, é claro, da segurança. Para mais informações sobre playgrounds em geral, você pode sempre acompanhar a página da Brubrinq e ficar por dentro de outras informações valiosas.

RECEBA NOSSA

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber nossas novidades