10 ago

Os benefícios dos animais de estimação no desenvolvimento das crianças

Que os animais de estimação fazem bem a nós, seres humanos, isso já foi comprovado na convivência de amor e carinho de todos os dias. Mas e essa convivência na infância, já que as crianças são apaixonadas por bichinhos, é benéfica para elas também?

Especialistas em educação e psicologia afirmam que os benefícios da convivência entre a criança e o animal superam e muito, as razões para não ter um animal de estimação em casa. Então a resposta para a nossa primeira pergunta é: sim – essa relação é benéfica para as crianças também. 

O relacionamento da criança com os animais de estimação traz grandes benefícios para o seu desenvolvimento, tanto físico, quanto psicológico. Ter um animal requer cuidado, como com a alimentação, médico, higiene, higiene do seu habitat, assim como amar, cuidar bem e dar carinho. E com isso a criança vai aprendendo a se preocupar com o bem-estar de um outro ser, desenvolvendo seu vínculo de afeto e de responsabilidade

A criança também aprende a ter mais sensibilidade, compreensão, solidariedade, generosidade, zelo e respeito. Aprende a respeitar o espaço do próximo, a lidar melhor com as pessoas e entende que cada um tem um jeito. Sem contar com o seu desenvolvimento físico e cognitivo, na hora de brincar, de praticar exercícios, onde o animal de estimação estimula a criança a se movimentar muito mais. 

Em questão de saúde, os animais são capazes de promover melhorias sociais, emocionais e melhoras físicas. São indicados para pessoas com deficiências sensoriais, dificuldade de coordenação motora, atrofias musculares, paralisia cerebral, autistas, portadores de Síndrome de Down, distúrbios comportamentais e outras afecções.

Algumas coisas devem ser levadas em consideração na hora de escolher o animal e com que idade a criança deve começar a se relacionar com ele. Os pais devem analisar e escolher conforme a criança for amadurecendo.

RECEBA NOSSA

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber nossas novidades