Notícias

Notícias / Diversos /

5 brincadeiras antigas para divertir as novas gerações

A arte da diversão não é nova e a brincadeira faz parte do universo infantil desde sempre. Evidentemente, as maneiras de brincar mudaram com o passar do tempo, mas algumas delas sempre serão divertidas e servirão para entreter crianças de qualquer época e em qualquer lugar.

Vamos listar hoje 8 brincadeiras das quais você, certamente, já participou ou se lembra muito bem dos seus tempos de criança. Muitas delas não são apenas boas formas lúdicas, mas auxiliam também na socialização e no estímulo às atividades físicas.

Pular corda

‘Suco gelado, cabelo arrepiado, qual a letra do seu namorado: a, b, c, d…’. Essa era apenas uma das músicas que embalam até hoje a criançada. A dinâmica é bem simples. Uma criança de cada lado batendo a corda em movimentos circulares e sincronizados, e uma ou mais pulando a mesma até errar e passar a vez.

Esconde-esconde

Poucas brincadeiras são tão simples como esta. Não precisa de corda, giz nem nada mais que um monte de crianças dispostas a brincar. Uma delas começa, numa base, a contar de olhos fechados. As outras correm e se escondem. Quem for pego primeiro assume o lugar de pegador. Existe a possibilidade de se definir também um local para que as crianças possam se salvar antes de serem pegas.

Queimada

Duas equipes, uma bola e um grande retângulo dividido em duas metades. É disso que é preciso para brincar de queimada. A dinâmica também é bem simples. Um time atira a bola no outro e se o jogador adversário conseguir agarrar a bola no ar elimina o atirador. Se for tocado pela bola sem conseguir segurar é eliminado. Os eliminados vão para o fundo da quadra adversária e o jogo termina quando um time conseguir eliminar todos os membros do outro.

Amarelinha

Talvez a mais famosa de todas, a Amarelinha consiste em desenhar no chão um caminho com casas numeradas. O participante lança uma pedra e vai pulando nas casas sem poder pisar na que está com a pedra. Vai até o final (Céu) e retorna. O objetivo é acertar uma vez todas as casas sem pisar na linha ou fora dos limites desenhados no chão.

Passa anel

Com as mãos unidas e espalmadas, uma criança segura o anel enquanto as outras se posicionam lado a lado. O objetivo é ir passando sobre a mão dos amigos e, disfarçadamente, passar o anel para um deles. Quando parar, o participante pergunta a um dos participantes com quem está o anel. Se o desafiado acertar, será ele a passar o anel. Se errar, quem está com o anel faz as vezes de passador.

Junte as crianças do condomínio, da rua ou mesmo os filhos em casa e divirta-se com essas brincadeiras. Você vai relembrar seus tempo de infância e ainda verá muitos sorrisos nos rostos da criançada.

 

Qualidade garantida:

Agência Digital WEBI