Notícias

Notícias / Playground de Madeira /

Playground de madeira: 3 dicas para não errar na escolha

Como costumamos dizer neste blog, diversão é coisa séria e não se pode brincar na hora de escolher os equipamentos que irão compor a área de lazer do condomínio, clube, escola ou mesmo naquele espaço aberto que você tem em casa.

Hoje vamos nos atentar para as melhores práticas a serem adotadas na hora de escolher um playground de madeira. Afinal, ao fazer um investimento você não quer que a matéria-prima seja de origem suspeita ou então não tenha a durabilidade esperada.

MADEIRA DE ORIGEM LEGAL

O primeiro passo é verificar se a fabricante de playgrounds se preocupa com a origem da madeira que utiliza na construção de seus parquinhos. Alguns selos como do IBAMA e do programa Madeira Legal indicam que a procedência do material utilizado é legítima, em acordo com as melhores práticas sustentáveis. Eles, normalmente, estão disponíveis no site da empresa.

GARANTIA

A garantia é a melhor forma de ter a certeza de que a fabricante confia naquilo que produz. Além disso, evita prejuízos decorrentes de brinquedos de pouca qualidade que se deterioram rapidamente, fazendo o investimento virar uma grande dor de cabeça. Algumas empresas chegam a garantir a madeira contra apodrecimento por até 15 anos.

CLIENTES

Busque em redes sociais, sites como o Reclame Aqui e no site da própria empresa indicadores de satisfação dos clientes. Depoimentos espontâneos e reclamações podem dizer muito sobre o produto e sobre o atendimento. Use a internet a seu favor e minimize os riscos de uma compra ruim.

Os playgrounds de madeira são resistentes e seguros, sendo uma ótima opção para sua área de lazer. Escolha o fornecedor certo e garanta a diversão da criançada por muitos e muitos anos.

Quer mais conteúdo relevante? Leia nosso post “Discuta a instalação do playground na próxima reunião de condomínio’. Até a próxima!




Receba novidades e condições especiais em seu e-mail

 

Qualidade garantida:

Agência Digital WEBI