Notícias

Notícias / Diversos /

Como saber se um parquinho infantil está dentro das normas?

Playgrounds, muito mais que divertidos, precisam ser seguros. A maioria das crianças normalmente não presta muita atenção nos aspectos de segurança, o que significa que os pais é quem devem ter tal responsabilidade. Para ter certeza de que um parquinho infantil não oferecerá riscos, é preciso ter alguns conhecimentos básicos.

Por exemplo, você sabia que, entre outros fatores, o material de construção do playground, o acabamento de cada um dos brinquedos e a composição do piso fazem toda a diferença na proteção dos pequenos? Se os itens citados não estiverem devidamente conservados, muitos acidentes perigosos podem acontecer com as crianças.

No texto de hoje, nós trouxemos na íntegra os principais pontos da ABNT NBR 16071, norma que regulamenta a construção e instalação de playgrounds. Com essas informações em mãos, você mesmo poderá conferir se o parquinho infantil está seguindo as normas e se ele é realmente seguro para o seu filho. Confira!

 

Normas ABNT para o parquinho infantil

Para que não restem dúvidas, leia abaixo o que diz a ABNT sobre normas de segurança de playgrounds:

 

As roscas de parafusos devem ter acabamento de proteção para que não permaneçam cantos afiados. Porcas, pinos e parafusos devem ser resguardados contra afrouxamento com o uso. Os componentes não devem ter quaisquer cantos afiados ou agudos, ou protuberâncias em qualquer posição que representem perigo para uma criança.​

As superfícies de todas as partes devem ser protegidas por revestimento ou impregnação superficial, os quais não devem conter substâncias prejudiciais à saúde. Antes da pintura, o ferro e o aço devem estar completamente limpos, secos e livres de resíduos que possam comprometer a durabilidade da pintura.

As partes de madeira dos playgrounds não devem conter preservastes tóxicos, como o pentaclorofenol ou seus sais.

As superfícies e cantos de madeira devem ter acabamento liso, livre de lascas, rebarbas ou farpas. Deve-se verificar se os mesmos não possuem bordas afiadas e pontas agudas.

Todas as superfícies destinadas a entrar em contato com os pés das crianças devem ser horizontais e uniformes. Pisos ou degraus devem ser espaçados por igual.

Os brinquedos devem estar separados por pelo menos 1,30m; e a norma da ABNT define os espaços, e condições dos equipamentos para que o mesmo garanta a segurança a seus usuários.

Qualquer defeito no brinquedo deve ser comunicado ao zelador ou ao corpo diretivo do condomínio e a interdição deverá ser imediata até a correção do problema.

Playgrounds de madeira precisam de autorização do IBAMA, para que a exploração de madeira não ocorra de forma ofensiva na natureza. Além disso, os fabricantes são obrigados a oferecerem garantias de até 12 meses após a instalação.

Sempre destaque com placas quais brinquedos são adequados para cada faixa etária e monitore o uso desse espaço. Crianças maiores em playgrounds para bebês, por exemplo, poderão danificar o equipamento. Em situações contrárias, o mau uso pode ocasionar alguma lesão desnecessária.

 

Manutenção do parquinho infantil

Nunca é demais falar sobre como a manutenção é indispensável. Desde às checagens diárias que podem ser feitas pelo proprietário até às inspeções feitas por profissionais uma ou duas vezes por ano, as manutenções servem para garantir que o parquinho infantil está sem defeitos e pode ser utilizado por qualquer criança.

Se, por um acaso, ele apresentar seus problemas, a manutenção também é o caminho para a resolução. Se o dono, por meio de suas avaliações diárias, detectar algum defeito, basta entrar em contato com um profissional especializado para que ele deixe o playground apto para brincadeiras novamente.



Gostou de saber como cuidar da segurança de seus filhos? Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com a Brubrinq, nós estamos sempre prontos para atendê-lo!

Facilidade de Compra:

Qualidade garantida:

Agência Digital WEBI